João 11: 3 - "Senhor, está enfermo aquele a quem amas."

Essas palavras soaram como um desesperado pedido de socorro sobre a difícil situação na qual Lázaro se encontrava.

Lázaro era amigo íntimo de Jesus. Um homem crente, renovado, santificado, herdeiro da glória de Cristo. Mesmo assim uma doença mortal o alcançou. Isso é um claro sinal que uma doença, por mais severa que seja, não é um sinal de desagrado por parte do Senhor. E sim, situações em que qualquer um de nós podemos passar.

É muito importante perceber que a doença que afligiu Lázaro tinha um propósito específico: Glorificar a Deus. (João 11:4)

 

1 - Existência da doença e explicação

A única explicação convincente sobre a doença é a que a bíblia nos dá. Logo após a queda, o homem foi destronado da sua posição inicial perdendo todos os seus benefícios.

Rm 5:12 - "Entrou o pecado no mundo e pelo pecado a morte".

O pecado é a causa original de toda doença, moléstia, dor e sofrimento. Todas essas coisas fazem parte da maldição que entrou no mundo após a queda. Não haveria doença se não houvesse pecado.

 

2 - Buscando entender o propósito de Deus

Romanos 8:28 diz que "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus".

Embora seja difícil, é preciso acreditar que há um propósito certo para TODAS as circunstâncias que cercam nossa vida. Foi assim com Lázaro.

2.1- Propósitos que geram sabedoria.

Muitos de nós passamos uma vida inteira procurando pelas coisas boas no mundo e consequentemente deixando de lado aquelas que realmente são importantes. Uma longa enfermidade pode nos mostrar quais são as verdadeiras prioridades para o homem.

2.2 - Propósito que gera humildade e amadurecimento.

O leito de uma enfermidade pode "domar" seus pensamentos em relação à vida a maneira como a conduzimos. Reconhecemos nossa fragilidade e pequenez. A doença é capaz de abater nosso orgulho e soberba.

2.3 - Propósito para o relacionamento com Deus.

A doença pode fazer com que o homem pense novamente em Deus. A proximidade da morte trazida pela doença faz com que o homem reavalie a sua comunhão com seu criador.

 

3 - Confiança em Deus

Nossa atitude, caso a doença nos alcance, tem que ser a mesma atitude de Marta e Maria. Clamar a presença do Senhor. Elas sabiam que somente Cristo poderia ajudá-las. Deposite sua fé no Senhor. Não desanime. Lembre-se que Jesus demorou para agir em favor de Lázaro, pois tempo de Deus é diferente do nosso tempo. Aguarde com fé

 

Resumo e adaptação para estudo em células: 

Vinícius Paiva Oliveira (julho/2017)

 

Texto original:

Vença a Enfermidade
Revista Problemas Existenciais - Como Vencer
15ª Edição - Agosto/2016
Z3 Editora Ltda
Santa Bárbara d'Oeste - SP

Autor do texto original: J.C. Ryle

 

 

Go to top